Um ano de presença das Irmãs Missionárias Capuchinhas no “Santuario della Spogliazione” em Assis-Italia. Veja!

0
Postado 28 de maio de 2018 por irlucia em Aniversariantes

page . page

Nós,  Irmãs Missionárias Capuchinhas provenientes do Brasil, cuja fundação brasileira em 1904, por um capuchinho lombardo, Servo de Deus Frei João Pedro de Sexto São João, após 114 anos de missão no Brasil, Moçambique e Equador, fomos enviadas para novas frentes missionárias na Itália onde permanecemos por  3 anos na cidade de Gualdo Tadino, e mediante  acordos entre a Congregação, Frades Capuchinhos da Umbria e Diocese, recebemos a missão de contribuir com o Santuário do Despojamento em Assis-Itália, cuja semana de abertura ocorreu de 15 a  20 de maio de 2017. Movidas por Deus a vivenciar o carisma que é: encarnar o franciscanismo no discipulado de Jesus Cristo e seu projeto missionário, servindo preferencialmente os mais pobres com coragem, alegria, e misericordia, na simplicidade e acolhimento, a cada dia, buscamos viver  com intensidade,  contribuíndo com a Messe do Senhor, diante de seus apelos nesta realidade missionaria em Assis que difere de tantas outras experências missionárias no Brasil e nos demais países. Bebendo da fonte também do nosso fundador recordamos sempre de suas profundas e profeticas palavras expressas às nossas cofundadoras quando partiram para novas frentes missionárias no início do século XIX: “Ide com corágem, alegria e missericórdia…Filhas, de vós esperamos grandes coisas.”.

Pra nós irmãs, sermos presença missionária Capuchinha no atual Santuário do Despojamento, local onde segundo a história, São Francisco  foi batizado e se despojou, nos remete e nos interpela à conversão diária  na vivência do ser menor, internalizando os valores do nosso carisma franciscano já vivido por Francisco ha oitocentos anos à Luz da Palavra de Deus. Mergulhamos na sua espiritualidade inovadora e vivificadora que permeia neste  Santuario onde Francisco viveu a ruptura entre o ter e o ser apaixonando-se perdidamente pela amada pobreza,  esvaziando-se de si e reconhecendo a misericordia de Deus no olhar do pobre, consagrou-se para sempre a Deus recebendo o manto e professando a sua fé em um único Deus Pai de todos. Ação em que caracterisa este Santuário não só do despojamneto mas tambem conversão, do acolhimento, da eterna jovialidade em Cristo. onde se vive a espiritualidade a cada momento  que se reza, e  se abre para acolher a Graça de Deus.

“Tire as sandalias dos pés pois o lugar em você está pisando é um lugar sagrado.” (Ex 3,5). Durante o percurso do primeiro um ano de abertura do Santuario, tivemos a alegria em acolher 479 grupos provenientes de 12 países com um total de aproximadamente 17 mil pessoas entre  adultos jovens e crianças com desejo de pisar  no solo franciscano. Considerando  que mais importante que resaltar numeros agendados é apresença de cada peregrino que de uma forma e de outra na sua simplicidade chega com seus objetivos particulares, quer seja em grupos ou individual. A vida cotidiana no santuario, nos propociona uma relação de acolhimento, oração e escuta. Além de outras atividades, buscamos trazer para a   essencia da vida do santuario o ser cada um, temos hoje uma convicção de que este  Santuario do Despojamento pertence também aos peregrinos pois no seu sentido espiritual, propociona  mudança de vida daqueles que se dispoem não só repetir o gesto de Francisco mas realmente se revesti-se  de um   espírito novo criando convicção de que nossa conversão deve ser  cotidiana.  Despojando-nos de tudo aquilo que nos impede a liberdade inteior para uma vida Nova em Cristo, que não se trata somente de bens materiais, e sim de um caminho de sensibilidade com o processo do deixar-se guiar pelas mãos de Deus como criança desprovida que busca o Pai..  Cada experiência vivida cotidianamente se contempla sobretudo no olhar, nos testemunhos e partilhas de vida dos peregrinos que algo aconteceu de novo, tudo se torna  gratificante e inovador.


Sobre o autor

irlucia


0 Comentários



Seja o primeiro a comentar!


Deixe sua resposta

(required)